NEUROSÍFILIS: DIAGNÓSTICO LIQUÓRICO

NEUROSÍFILIS: diagnóstico liquórico

O diagnóstico da neurosífilis é difícil e nenhum teste laboratorial isoladamente é suficiente para tal, sendo fundamental a interpretação dos mesmos em conjunto.

1. Quando solicitar?

a.       Suspeita de sífilis congênita,

b.      Presença de manifestações visuais ou neurológicas compatíveis,

c.       Quando o tratamento da sífilis não resulta em negativação do VDRL,

         d.      Pacientes com HIV e: VDRL > 1/42, contagem baixa de CD4, ou sintomas neurológicos

2. O que solicitar?

 -EXAME GERAL:

·        Celularidade a presença de pleocitose em casos suspeitos corrobora decisões terapêuticas

·        Proteinorraquia – aumento de proteína > 45 mg/dL também pode contribuir para indicar a necessidade de tratamento

 -IMUNOPRODUÇÃO INTRATECAL:

·         Eletroforese de proteínas: aumento da fração gama

·         Índice de IgG: aumento do índice de IgG

·         Pesquisa de bandas oligoclonais: presença de bandas oligoclonais no LCR, ausência no soro

-VDRL-LCR:

·         sensibilidade de 50%

·         alta especificidade – resultado positivo é confirmatório

·         a monitorização dos seus títulos é útil na monitorização do tratamento

-TESTES TREPONÊMICOS [IMUNOFLUORESCÊNCIA (IF)/teste de aglutinação de partículas (TTPA)/ ELISA]:

·         altamente sensíveis

·         falsos positivos podem ocorrer em caso de contaminação pelo sangue (hemácias>1000/mm3)

·         não são úteis na monitorização terapêutica – positividade pode persistir por longos períodos após tratamento

         3. Como interpretar?

 Os algoritmos abaixo têm o objetivo de auxiliar na interpretação dos resultados, contribuindo para as decisões terapêuticas:

Algoritmo 1: Paciente HIV negativo:

Caso suspeito:

·         Sintomas neurológicos compatíveis com neurosífilis

·         Sem sintomas neurológicos mas VDRL não declina com o tratamento

Algoritmo 1

Modificado a partir de Marra C.M. neurosyphilis, 2013

Algoritmo 2: pacientes HIV+

HIV positivo:

·         Sintomas neurológicos consistentes com neurosífilis

·         VDRL>1/32

·         CD4 < 350/uL

Algoritmo 2

Modificado a partir de de Marra CM: Neurosyphilis, 2013

NEUROSÍFILIS_SENNE