DIAGNóSTICO PRECOCE é A MELHOR FORMA DE COMBATER O CâNCER DO SISTEMA NERVOSO CENTRAL

Considerado o segundo tipo de câncer que mais atinge crianças – as leucemias estão em primeiro lugar -, os tumores do Sistema Nervoso Central (SNC) afetam principalmente menores de 15 anos, com um pico na idade aos 10 anos. Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca),  representam cerca de 15% das neoplasias pediátricas, o equivalente a 1.400 crianças diagnosticadas por ano, números que o caracterizam como o mais frequente tumor sólido na faixa etária pediátrica. O especialista em líquor e diretor-presidente do Senne Líquor Diagnóstico, Carlos Senne, diz que ainda não há uma explicação científica para a acentuada frequência da doença em crianças. “Se por um lado é impossível prever a entrada na linha de combate, por outro, a luta contra o câncer, como uma medida de aumento das chances de recuperação, deve começar o mais rápido possível. Para isso, o diagnóstico precoce é fundamental”, afirma Senne.

Aliado do diagnóstico precoce da doença, o exame do líquor (líquido cefalorraqueano – LCR) é indicado nos casos de suspeita de comprometimento neoplásico do SNC, quando os exames por imagem não mostram lesões características e permitem a punção lombar para a coleta do líquor sem risco de complicação pelo procedimento. “O encontro de células neoplásicas no exame citológico do líquor atesta o envolvimento de câncer no SNC. Em alguns casos, o exame é fundamental para decisão da conduta médica e também para comprovação da eficácia da terapia adotada”, atesta Senne.

Mas o câncer do SNC não atinge somente crianças. De uma maneira geral, o risco diminui à medida que a idade avança até um segundo pico de incidência no final da fase adulta, entre a sétima e oitava décadas de vida. O especialista explica que, apesar de o melanoma (câncer de pele agressivo) ser o que mais invade o SNC, é comum que pacientes com câncer de pulmão, mama e próstata desenvolvam o comprometimento do Sistema Nervoso Central por conta do avanço da doença.

O fato de os primeiros sinais do câncer se assemelharem bastante a doenças comuns na infância torna o diagnóstico ainda mais difícil. Segundo Senne, as manifestações dependem da localização do tumor. Quando a lesão ocorre em áreas motoras ou sensitivas/sensoriais, os sintomas aparecem precocemente e estão relacionados à perda de força nos membros, desequilíbrio, turvação visual, formigamentos e déficits de sensibilidade localizada. Mas quando ocorrem em áreas de pouca expressão clínica, os sinais são classificados como inespecíficos pelo médico e muitas vezes pelo próprio paciente. “Nestes casos, o progressivo aumento do volume da neoplasia originará progressivo aumento da pressão intracraniana, que ocasionará sintomas como cefaléia, náuseas, vômitos e letargia. Quando chega a esta situação, o diagnóstico já é tardio, muitas vezes com poucas opções terapêuticas”, explica Senne.

Sobre o Senne Liquor Diagnóstico

Guiado por uma tradição de quase 40 anos, o Senne Líquor Diagnóstico é referência na coleta e análise do líquido cefalorraqueano (LCR) – o líquor – no país. Desde que iniciou suas atividades como laboratório médico especializado, em 1972, tem posto em prática a qualidade e as tecnologias de seus serviços, aliadas ao diferencial de excelência no diagnóstico e à atenção ao paciente e à classe médica. A atuação do Senne tem sido orientada por preceitos éticos, metas de excelência técnica, confiabilidade nos seus serviços e atendimento humano personalizado.

A sintonia entre a vanguarda, o rigor do conhecimento científico e a vocação para o atendimento de forma atenciosa e diferenciada geraram, como consequência, o reconhecimento e a confiança de toda classe médica. Assim, tornou-se o primeiro laboratório especializado em líquido cefalorraqueano do Brasil a obter as certificações de qualidade ISO 9001 (em 2001) e ONA Pleno (em 2009), ambos pela Fundação Vanzolini.

“São 39 anos de experiência, sempre com a preocupação de garantir a qualidade e atender às necessidades e expectativas dos clientes médicos e pacientes. Recentemente, nos estruturamos para expandir e assim atender laboratórios do país inteiro na execução de exames raros/exóticos”, destaca Carlos Senne. O laboratório inaugurou na cidade de Campinas (SP) sua primeira Unidade Avançada fora da capital paulista. Muito em breve, outras localidades do país também serão beneficiadas com a confiabilidade dos exames do Senne, já que o laboratório estuda levar suas atividades para novas cidades.

Related Posts