DESORDENS AUTOIMUNES E PARANEOPLáSICAS DO SISTEMA NERVOSO CENTRAL E PERIFéRICO: MARCADORES LABORATORIAIS

Diversas quadros neurológicos podem ocorrer como resultado da produção de anticorpos contra partes específicas do sistema nervoso central e periférico. Tais anticorpos podem ser produzidos em pacientes com algum tipo de tumor ou neoplasia. Ao produzir anticorpos voltados para o combate de neoplasias pode desencadear-se um processo de autoimunidade, pois algumas proteínas do sistema nervoso central e/ou periférico são semelhantes a proteínas da neoplasia. Os anticorpos produzidos contra o tumor e direcionados contra componentes do sistema nervoso causam inflamação e, consequentemente, sintomas neurológicos.

Os sintomas neurológicos, chamados de desordens autoimunes ou paraneoplásicas, variam de acordo com o local do sistema nervoso que foi alvo destes anticorpos. Muitas vezes, estes quadros neurológicos têm início antes da identificação de tumor. Portanto, o diagnóstico de uma manifestação paraneoplásica pode ser o primeiro passo para a identificação precoce de um tumor, permitindo o seu tratamento precoce.

Recentemente diversos marcadores laboratoriais têm sido desenvolvidos para contribuir com o diagnóstico destas desordens. Tais marcadores são anticorpos específicos, direcionados contra partes do sistema nervoso, e que podem dar pistas para a identificação de um tumor. Eles são mensurados concomitantemente no sangue e no líquor. A presença de um determinado quadro neurológico associado à identificação deste marcador (anticorpo) pode orientar a busca do tumor, evitando pesquisas invasivas desnecessárias, minimizando eventuais desconfortos. Portanto, a adequada pesquisa e interpretação destes anticorpos auxilia significativamente o médico a estabelecer o diagnóstico, contribuindo para a identificação e tratamento precoce e mais eficaz do tumor.

O texto anexo fornece informações detalhadas dos diversos marcadores laboratoriais de acordo com o quadro clínico apresentado pelo paciente.
t36OmTJpfIDW61PrKllB5nBgqFH5BAcMVz1PuoKpidI
senne liquor paraneoplasicas