Casos Clínicos

 “Um estranho mal estar”

Jovem, 27 anos, com tontura súbita, sensação de formigamento na boca, adormecimento na língua e visão embaçada (diplopia). Há 4 anos fraqueza e formigamento no hemicorpo direito. No PS: ECG, CT crânio, hemograma, ecocardiograma, provas de funções renais, hepáticas – normais.

RM: lesões hiperintensas periventrilar (Flair).

LCR Punção: lombar; Pi: 15 cm/H2O, Pf: 7 cm/H2O, Vol.: 10ml. Aspecto: límpido e incolor. Análise Citobioquímica: Citologia Global: 2 células/; 0 hemácias/mm3; Citologia Diferencial: 80% linfócitos, 20% monócitos; Citologia Oncótica: ausência de células neoplásicas; Proteínas: 54mg/dL, Glicose, 50mg/dL; Lactato: 16 mg/dL. Análise Microbiológica: Bacterioscopia negativa; Culturas negativas. Análise Imunológica. Reações imunológicas não reagentes para LUES, Cisticercose, Esquistossomose, Herpes 1 e 2 e CMV. Biologia Molecular: não solicitada. Eletroforese de Proteínas: Perfil Gama (PA: 3,5%, Alb: 63,9%, Alfa1: 2,9%, Beta: 9,5% e Gama: 16,8%). IgG no LCR: 11 mg/dL. Estudo de Imunoprodução (Índice de Albumina, Índice de IgG, Análise do Diagrama de Felgenhauer e Reiber e Pesquisa de Bandas Oligoclonais): Clique aqui para visualizar HD: E.M. com surto-remissão.

 “Não estou enxergando com meu olho direito!”

Paciente do sexo feminino, 35 anos, amaurose súbita à direita. No PS foi constatada diminuição da acuidade visual à direita e fundoscopia normal. Após CT de crânio normal e exame de LCR sem sinais inflamatórios ou infecciosos agudos foi iniciada pulsoterapia com metilprednisolona 3g dose total que resultou em recuperação de 90%. De história pregressa, paraplegia na adolescência com 4 dias de duração. Por esta razão realizou RM encefálica e coluna toraco-lombar que mostrou placas de desmielinização periventricular e em medula torácica.

LCR

Punção: lombar; Pi: 13 cm/H2O, Pf: 7 cm/H2O, Vol.: 10mL. Aspecto: límpido e incolor.

Análise Citobioquímica: Citologia Global: 1 célula/mm3; zero hemácias/mm3; Citologia Diferencial: 90% linfócitos, 10% monócitos; Citologia Oncótica: ausência de células neoplásicas; Proteínas: 32mg/dL, Glicose, 50mg/dL; Lactato: 11mg/dL

Análise Microbiológica – Bacterioscopia negativa, culturas negativas.

Análise Imunológica: Reações Imunológicas não reagentes para LUES, Cisticercose, Esquistossomose, Herpes 1 e 2 e CMV. Biologia Molecular: não solicitada.

Eletroforese de Proteínas: perfil gama (PA:1,7%, Alb: 61,0%, Alfa1: 3,2%, Alfa2: 4,2%, Beta: 8,4% e Gama: 21,5%). IgG no LCR: 15mg/dL.

Estudo de Imunoprodução em SNC: (Índice de Albumina, Índice de IgG Análise do Diagrama de Felgenhauer e Reibere Pesquisa de Bandas Oligoclonais): Clique aqui para visualizar

HD: E.M. com neurite óptica 

“Doutor, não sinto minhas pernas!”

Paciente do sexo masculino, 22 anos, com queixa de parestesias em MMSI, precedida de dor lombar no dia anterior. Após 4 horas, paraplegia com disfunção de esfíncteres e baixa da acuidade visual à direita. TC de coluna normal e RM de coluna com extensa lesão desmielinizante em medula espinhal acometendo segmento C4 a C6.

LCR Punção: lombar; PI: 18 cm/H2O, PF: 13 cm/H2O, Vol.: 10mL. P.Q.Stookey: permeabilidade normal. Aspecto: levemente opalescente. Análise Citobioquímica: Citologia Global: 122 células/mm3; 0 hemácias/mm3; Citologia Diferencial: 78% linfócitos, 20% monócitos e 2% plasmócitos; Proteínas: 54mg/dL, Glicose, 50mg/dL; Lactato: 22 mg/dL Análise Microbiológica – Bacterioscopia negativa, culturas negativas. Análise Imunológica: Reações imunológicas não reagentes para LUES, Cisticercose, Esquistossomose. Pesquisa de Vírus por Biologia Molecular: PCR negativo para CMV, Herpes 1 e 2, Varicella zoster, e Epstein barr. Eletroforese de proteínas: perfil albumina (PA: 3,3%, Alb: 59,7%, Alfa1: 6,2%, Alfa2: 7,9%, Beta: 13,6% e Gama 9,3%). IgG no LCR: 4,6mg/dL. Estudo de Imunoprodução em SNC: (Índice de Albumina, Índice de IgG Análise do Diagrama de Felgenhauer e Reibere Pesquisa de Bandas Oligoclonais): Clique aqui para visualizar Dosagem de Ac-anti acquapurina 4: Positiva. HD: Doença de Devic.